Secretarias e Órgãos

Telefones úteis

Redes Sociais

voltar imprimir
Aumentar texto Diminuir texto
As drogas Imprimir
 
Dirigir Sob Efeito de Medicamento Pode Ser Perigoso
Dirigir veículos requer atenção, reflexos e respostas precisas.
O motorista deve estar sempre alerta e pronto para qualquer surpresa.
O perigo de auto medicar-se, tomando remédios sem consulta médica pode tornar-se ainda maior se você for dirigir, principalmente se a viagem for longa e monótona e se você estiver sozinho.
Calmantes, remédios para tosse e contra cólicas podem alterar sua visão causando embaraçamento e desconforto visual.
Muitos remédios para enjôo e mal estar do estômago provocam grande sonolência.
Muitos remédios quando misturados com bebida alcoólica podem ocasionar efeitos intensos e inesperados, derrubando o mais forte dos homens.
Se uma doença for suficientemente séria a ponto de requerer medicamento, também será suficientemente séria a ponto de impedi-lo de dirigir em viagens longas.

Como motorista você é responsável pelas suas próprias condições antes das viagens. Esteja atento a qualquer doença e problemas que requeiram medicamentos para aliviar seu desconforto.

 

Não se Esqueça
O medicamento com que você está se automedicando pode ser inadequado ao tratamento do seu problema.
Em caso de doença e desconforto não force a situação nem tente testar sua resistência. você como qualquer ser humano, tem limites, altos e baixos e dias de melhor ou pior resistência ao estresse e à doença.

Não existe super homem no trânsito: a velocidade de circulação e o poder de gerar ferimento que têm os veículos tornam as pessoas frágeis se houver descontrole na direção.

 

Fonte: ABRAMET - Associação Brasileira de Acidentes e Medicina de Tráfego.
 

Calendário

Março 2017
D 2a 3a 4a 5a 6a S
26 27 28 1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30 31 1